Carolina Mella

Após ter participado em coberturas de alto risco, demonstrou ser uma repórter de  guerra.  Em Manta na sua terra Natal, Carolina desde criança já sabia qual profissão eleger. Esteve na Cidade Juárez junto com um fotógrafo local, perseguindo a um grupo de matadores de aluguel “sicários” que fugiam dos Federais.

Caminhou sobre um solo minado na cordilheira del Cóndor e sobre os escombros das cidades devastadas pelo terremoto no Haiti.  Durante os acontecimentos do 30S permaneceu dentro do Hospital resistindo às ameaças que eram feitas pelos  rebeldes revolucionários.

Em 2012 realizou estudos na Espanha como bolsista no prestigioso Programa Balboa para jovens jornalistas.  Nesse país, trabalhou para o canal de televisão Telemadrid.  Quando voltou, entrou para formar parte do jornal de Ecuavisa, onde demonstrou sua habilidade como investigadora.